quinta-feira, 3 de janeiro de 2008

Cipriano Retornou Ao Seu Verdadeiro Mundo

"... O nome do quarto era Tenemu; foi ele que revelou aos filhos dos homens a amargura e a dulcura. E foi ele que lhes desvelou todos os segredos da falsa sabedoria. E ensinou-lhes a escrita, e mostrou-lhes o uso da tinta e do papel. Foi também por sua causa que se multiplicaram aqueles que se perderam em sua vã sabedoria, desde o começo do mundo até este dia. Pois os homens não foram criados para consignar sua crença no papel através da tinta. Foram criados para imitar a justiça e a pureza dos anjos. Não teriam conhecido a morte que tudo destrói, eis porque a potência me devora. Perecem apenas por sua demasiada grande ciência..."

Deixe-me ver o relógio... São vinte e duas horas e quarenta minutos, tenho que dormir agora. Minha mãe está na sala, minha avó dormindo e eu na cozinha lendo O Livro De Enoch. É um belo livro apócrifo que deveria retornar ao cânon... Bem, se os doutores da Igreja Católica fossem homens de maior visão atualmente, todos os chamados livros apócrifos marcariam presença na Bíblia. Mas, afinal, quem sou eu para contestar a atitude de altos religiosos católicos? Sou apenas um estudantezinho de um cursinho pré-vestibular, filhinho queridinho da mamãezinha, playboizinho sem eira nem beira... Costurando minha vidinha, acho-me leve apesar das angústias que tenho... Merda, eu não vou me lamentar pelo que houve no passado! Tenho um futuro belo pela frente e o passado deve ser superado, como diz em dos seus livros Krishnamurti.

Vou dormir! Amanhã, estudo pesado História e Geografia! A leitura deste livro é mágica, sedutora; o tempo paralisa-se mais do que o instante vivo de sgundos, minutos ou horas... Anjos... E Demônios... Seduzem-me mais os Demônios, Eles são Belos em sua maldade pura e demasiadamente intrínseca... Olha só o que eu estou pensando! Se a minha mãe sabe disso chamaria um exorcista, um pai-de-santo, um pastor, qualquer imbecil que se acha "o senhor absoluto da verdade" a definir Deus ao seu modo. Não creio em religiões, elas são absurdas; é mais fácil crer em uma fé própria, em um Deus construido dentro do coração, dentro d'alma.

Já estou novamente filosofando e não vou dormir... O livro... O Livro De Enoch... Verdades e profecias... Revelações e doutrinas originadoras da Kabbalah... A História Dos Anjos Que Seduziram As Filhas Dos Homens fizou-se no fundo de minha alma... A narração pode parecer sombria, mas há algo nela que não parece ser verdadeiro... Eu gostaria de saber muito mais sobre essa época remota e brutalmente ignorada pela Humanidade.

- Humanos nascem para o pó do qual advém, Cipriano.

- Como...? O quê? Como entrou em minha casa? Mãe!

- Vossa mãe não o ouvirá, Cipriano.

- Mãe!

- Ela está segura em seu sono, Cipriano.

- Cara, sai da minha casa! Seja o que você for, sai da minha casa!

- Entrei sem ser convidado, Cipriano.

- Sai!

- Por que quer a minha ida, Cipriano?

- Eu vou te tirar à força!

- A força destina-se aos covardes, Cipriano.

- Vou te avisar novamente, seu filho da puta: sai da minha casa ou eu te mato!

- Azazyel, Gadrel e Kasyade transmitiram aos de outra estirpe a Arte De Matar, Cipriano. Tu nascestes sábio, Cipriano.

- E tu vai se foder se não sair da minha casa!

- Todo o vosso nervosismo provém de seus ilusórios relacionamentos amorosos, Cipriano.

- O que você sabe da minha vida, imbecil? O que sabe? És um vidente?

- Elaine, Luciene, Mônica, Luísa, Carla, Aline, Kelly, Rose, Sandra, Christhyane... Nenhuma delas você teve nos seus braços, até hoje vazios, Cipriano. Todas lhe desprezaram, Cipriano, preferindo outros.

- Eu vivi até hoje muito bem convivendo com isso! Superei tudo! Penso agora apenas no meu futuro e nos meus objetivos!

- Os livros são a sua vida, Cipriano.

- A Sabedoria eu busco e a alcançarei com a plena ajuda de Deus!

- Ele lhe deu muito, mas esse muito precisa de maiores ensinamentos, Cipriano.

- E quem vai me ensinar? Você?

- Teu pai material ama-o, Cipriano.

- Você me falava de ensinamentos e agora cita o verme do meu pai? Eu quero que ele morra! Quero que aquele cretino morra!

- Você o ama, Cipriano.

- Amo? Ah, eu amo o meu pai! Eu vomito é na cara dele!

- És assim que pretende trilhar O Caminho Da Sabedoria, Cipriano? Crendo em um Deus Inexistente, Cipriano? Odiando o vosso pai, Cipriano?

- Acreditar em um fantasma que eu sei que não existe não abala a minha própria fé em mim mesmo! Odiar o meu pai não afeta a minha inteligência! Eu sei conhecer e reconhecer as minhas fraquezas! A Razão e a Lógica me iluninam, até posso dizer que são o meu Deus e meu pai, meus pais, enfim, mais do que aqueles que me geraram materialmente!

- Palavras e afirmações perigosas, Cipriano.

- O perigo aqui será quando eu pegar uma faca para expulsá-lo de minha casa!

- Tu desejas secretamente Imperar para transcender o resto da Humanidade, Cipriano.

- Deus...

- Não, Deus jamais, Cipriano.

- Diabo...

- Não, Diabo não, meu Senhor Diabo não. Tenemu é a minha denominação, Cipriano.

- Você... você... saiu do meu livro? Devo... devo... estar sonhando!

- Tu estás bem acordado, Cipriano.

- Quer que eu acredite nisso? Acredite que um Demônio Maior honra-me com a Sua Presença na cozinha de minha casa? Ninguém merece...

- Tu julgas tudo através do erro grosseiro da dúvida, Cipriano?

- Acredito que eu estou na minha cama, dormindo, e sonhando com um sujeito que a toda hora que me responde pronuncia o meu nome feito um papagaio de quinta, dizendo-se ser Tenemu, Aquele Anjo Caído Tornado Demônio Que Ensinou A Sabedoria Aos Homens! Pronto! Daqui a alguns segundos vou estar fora deste sonho maluco, o meu despertador vai tocar, eu vou acordar e você vai desparecer instantaneamente! Tudo aqui é um sonho! É um bruto sonho! É um puto sonho! É sonho, porra, a porra de um sonho!

- A existência daqueles que desafiaram O Verdadeiro Criador sempre foi uma piada, Cipriano. Sei que tu és um grande médium ainda em fase de formação, Cipriano. Sei que tu sentes o que eu Sou, mas nega por medo, o medo de ser retirado do cristão "Livro Dos Justos", Cipriano, "Livro" que é uma outra piada alimentada pelas palavras de um outro livro bem mentiroso e cegante.

- Se me diz quem És, responda-me: porque o Diabo enviou-o ao invés Dele mesmo vir me conhecer?

- Não há Diabo, Cipriano, como os humanos crêem. Meu Senhor, O Diabo, não é o desacreditado de hoje e nunca foi o venerado de ontem e ainda loucamente venerado hoje, Cipriano.

- Após dizer-me que nego quem tu És, renegas o teu Senhor, o chefão das Trevas Infernais?

- As Trevas Infernais são infinitas e infinitos são os Líderes E Senhores Delas, Cipriano. Vivemos no mesmo mundo, Cipriano, tu estás, tu és, das Trevas Infernais.

- O Inferno, então, não existe como eu pensava e como ensinam a todos?

- O Mundo Das Dores E Dos Tormentos é este, a Terra, Cipriano.

- A Terra é o Inferno da Bíblia e das demasi religiões que falam Dele?

- Esta tua pergunta nunca será respondida, Cipriano.

- Como você não respondeu corretamente sobre o seu chefão?

- A resposta está em tua Existência em nosso mundo, Cipriano.

- Eu não sou do seu mundo!

- Tu és do meu mundo, Cipriano. Todas as respostas de nosso mundo estão em ti, Cipriano.

- Vou acordar... Tenho que acordar... Isto estou sonhando...

- Nosso mundo, Cipriano, acordes para Ele.

- Estou acordando...

- Retornes ao nosso mundo, Cipriano.

- Já era para você estar desaparecendo do meu sonho...

- Bem-vindo ao nosso mundo, Cipriano, mais uma vez sejas bem -vindo.

Acordei! Saco, mas que sonho idiota! Nunca mais quero sonhar com aquele... Meu quarto está diferente... Estou coberto de lã? E o que são essas canetas e pergaminhos estranhos aqui acima de mim? Ainda estou dormindo? Não, minha intuição me diz que... Essa casa não é a minha... Decoração estranha... E...

- Que A Boa-Nova Do Amanhã Coerente Do Amanhecer Dos Abismos Infernais Lhe Abençõe, meu amado Tenemu!

- Elaine?

- Quem é Elaine? Tenemu, eu sou a sua Amada Eterna Mara...

- Mara? Elaine, eu...

- A noite rara de sono incomodou-o, Mara.

- Que A Boa-Nova Do Amanhã Coerente Do Amanhecer Dos Abismos Infernais Lhe Abençõe, Azazyel!

- Abençoados Todos Somos Pelos Amanhãs! Tenemu, venhas comigo.

Que tipo de loucura é essa? Para onde esse cara está me levando? Estou nu agora e saindo da casa... Elaine, Mara, ou seja lá quem for, está nua... Esse cara está nu... Ninguém está vestido nessa aldeia, estou em uma aldeia, acho! Estão todos nus... Esse cara, Azazyel... Azazyel...

- O próprio, o mesmo, O Único, Tenemu.

- Meu noem é Cipriano!

- Não, é Tenemu.

- Sou Cipriano! Cipriano!

- Olhes para lá, olhes para O Amanhecer, Tenemu.

- Olhar para...

As nuvens negras... As nuvens vermelhas... Céu amanhecendo... Võos de Seres nus e estranhos que jamais vi... Que eu conheço... Que eu reconheço... Abro... Abro... Abro meus Olhos... Celeste... Profano... Ascensão... Queda... Desastre... Orgulho... Potência... Onipotência... Onisciência... Onipresença... Tenho isso tudo... Eu tenho isso tudo... Isso tudo... Eu tenho... Conheço O Amanhecer... Reconheço O Amanhecer... O Amanhecer do meu Verdadeiro Mundo... Meu Verdadeiro Mundo... O Inferno... Os Infernos... Conheço agora a mim mesmo... Reconheço agora a mim mesmo...

- Tenemu, meu nome é Tenemu. Que A Boa-Nova Do Amanhã Coerente Do Amanhecer Dos Abismos Infernais Vos Abençõe, Irmãos Infernais!

Em Seu Verdadeiro Mundo,

Inominável Ser.

Share:

0 Cadáveres Aqui Escavaram Suas Covas:

Meu Perfil No Facebook

Esta Cova No Facebook

Prosa De Um Coveiro Inominável

O Terror Inominável. O Horror Inominável. A Loucura Inominável. A Cova Aqui É A Do Puro Pesadelo Das Covas Mais Profundas E Elevadas. Vozes Estranhas Aqui. Sons Estranhos Aqui. Palavras Estranhas Aqui. Estranhas E Inomináveis. Sintam-Se Conduzidos Pelo Carro Inominável Do Terror Inominável. Sintam-Se Conduzidos Pelo Carro Inominável Do Horror Inominável. Sintam-Se Conduzidos Pelo Carro Inominável Da Loucura Inominável.

O Coveiro Inominável

Minha foto
Nos Infernos, O Abismo
Visualizar meu perfil completo

Cavam Aqui Suas Covas:

Arquivo do blog

Marcadores


Firefox

Firefox
Obtenha visualizações gratuitas no Snap.com
Add to Technorati Favorites

Arquivo do blog

Recent Posts

Unordered List

Theme Support