domingo, 25 de dezembro de 2016

O Orgulhoso Reino De Drahad E Sebara


Black Knight and Companion - Sandara


Drahad Farekd observa toda a expansão de seu Reino com olhos portadores de um intenso orgulho arraigado após conquistas ininterruptas durante 2.036 Eras. Sebara Reth, Esposa Eterna de Drahad, ao seu lado também observa o que ajudou a construir ao custo de inumeráveis Existências massacradas por seus seguidores. Eles não pertencem a Clãs Maiores Keauriothenianos, nem possuem nos mesmos Seres Evoluídos de grande destaque em sua Raça. Foram dois obscuros Soldados de Legiões oriundas do Planeta Terra que, em meio à Guerra Do Destino De Eden Al Sophor, conquistaram para si 114.402 Galáxias do Universo Dearmab e abandonaram o Império. Liderando 965.123 Legiões de diversas Colônias Universais insatisfeitas com a Imperatriz Beria Serah, mesmo sendo Seres Comuns, adquiriram o respeito de Entidades e Grandes por sua extrema e febril oratória. Qualidades que fizeram-lhes conquistar o que agora observam do alto do Monte Jaar Kua Sjook Shook do Planeta Idrayll, localizado na Galáxia Edartama de Dearmab. Puro orgulho dos mais extremos encontra-se no olhar deles.



— Muito mais longe do que planejamos, Drahad, conseguimos chegar.
— Sim, nosso Reino pudemos construir como sempre sonhamos que ele seria.
— Nossos pais ficariam muito orgulhosos… Muito mesmo…
— Eu me lembro de como eles eram obrigados a serem submissos a uma Imperatriz que era por grande parte do Império indesejada.
— E continua sendo, já que perdeu para Imeon Siat o nosso planeta.
— Nossa insatisfação e a de muitos nos ajudou a construirmos isto aqui, Sebara.
— Sim, mas…
— O que tem, Sebara?
— Se Eden Al Sophor ruir e cair nas mãos dos Destruidores, até mesmo o nosso Reino estará em perigo…
— Mesmo que tenhamos liderado um Separatismo Racial, ainda continuamos fiéis aos Defensores de Eden, Sebara…
— Fomos fiéis, Drahad…
— E continuaremos sendo, embora a História Da Criação venha apenas a nos ver como egoístas separatistas e, não, realizadores de um início de caminho melhor para muitos de nossa Raça.
— Sim, nós acreditamos…
— E vencemos, Sebara.
— Por meia Era Universal apenas… E nem sentimos a Desestruturação Bioespiritual e isto se aproxima…
— Teme nosso fim, Sebara?
— Eu lamento não termos iniciado este Reino há muito tempo antes… Mesmo em meio à Guerra, ainda havia a possibilidade de termos ao nosso lado outros de nossa Raça… Deuses que impediriam isto…
— As presenças de Deuses, Sebara, não impediriam…
— Eu sei que não impediriam, Drahad, eu sei…
— Fomos bem longe, Sebara…
— Muito longe…
— Não pudemos fazer muito pela nossa Raça, não pudemos… Aqui seria um Reino para acolher todo insatisfeito Keauriotheniano…
— Em época de paz, poderia ter dado muito certo.
— Mas, Beria…
— Não, Drahad, Beria não é Artcsom Ocitilop e Veria que nossa Extinção e de nossos aliados abalaria ainda mais a situação dela por todo o Império.
— Keairiothen vai cair…
— Por culpa dela ou do Maior Thades, que a gerou? Dos Soberanos Thidan e Thaiden que a apoiam no Governo Imperial? De todos os Keauriothenianos, em geral, que não a depuseram, mesmo que à força?
— Já não há como responder a isso, Sebara.
— Sim, não importa mesmo mais nada…
— É a nossa última batalha juntos e nem concebemos filhos…
— Culpemos o Deus Governante da Criação, Drahad… Esta Guerra iniciada por causa dele tornou-se a nossa Existência…
— Chega de culpar outros, Sebara.
— E chega de dialogarmos, temos uma última batalha à nossa frente!
— Eu te…
— Nos declaremos lutando nossa última batalha juntos, Drahad!
— Sim, Sebara…
— Eu também te amo!



Sebara retira o capacete de seu Esposo e o beija como nunca antes o beijara. Em redor do Monte, as Chamas Primeiras a tudo consomem. O Planeta Idrayll, a Sede do Reino de Drahad e Sebara, Reino igualmente orgulhoso como seus Fundadores, é destruído por Kaleiana Ocitilop Shodolon, A Deusa Do Fogo Primeiro Da Magia Eterna, uma das mais poderosíssimas dos filhos de Thornadoriusis Shodolon e Amanorap Ocitilop. Todos os demais 2.211.921 planetas do Reino agora queimam, incinerados pelas discípulas dela, as Irmãs Do Fogo Primeiro, inumeráveis e tão extremamente cruéis quanto sua Mestra. Elas são sinistramente famosas por incinerarem planetas enquanto torturam em meio às Chamas os habitantes dos mesmos, mantendo os mesmos vivos para sofrerem ainda mais até que elas resolvam se dar por satisfeitas em seu sadismo. Foi assim nos outros planetas, mas, em Idrayll,  a Enlouquecida Kaleiana quis pessoalmente cuidar dos Reis, matando inicialmente os 10.675.543.002 habitantes do planeta com apenas um pensamento…


Sebara e Drahad ainda se beijam, enquanto as Chamas sobem o Monte em direção a eles. Ao perceberem, levitam a 732 m. acima daquele, continuando a beijarem-se. E somente separam-se ouvindo o bater de palmas sarcástico de Kaleiana.



— Ah, sim, os “Reis” que eu tanto queria conhecer! Que cena mais bela antes de serem incinerados! Queriam que eu chorasse? Queriam que eu desistisse? Queriam me comover mesmo? A mim? Vocês me conhecem?
— Conheço uma Carniceira Enlouquecida que merece a Extinção! — Sebara empunha seu Tridente Místico, Seetruop.
— Presente para mim tal Extinção com esse seu Tridente, ó, “Rainha”?
— Nunca temi nenhum Criminosos como você, Kaleiana! — Drahad empunha a Espada Mística Serr. — Pisoteei muitos como você!
— Ó, meu “Rei”, está falando de algumas Caçadoras, filhinhos do meu irmãozinho Thalij e Ladrões Cronoespaciais que você combateu ao lado da sua esposinha? Está me comparando a eles, ó, “Rei”? Você também, ó, “Rainha”?
— Sabemos que não a venceremos, Destruidora, mas você não terá de nós uma fácil luta!
— Posso lhes dar a Extinção com apenas um pensamento, minha “Rainha”... Mas, gostei de vocês dois, talvez até lhes escravize…
— Nos mate ou Extingua aqui e agora! — Drahad avança.
— Lute, desgraçada! - Sebara segue seu Esposo.
— Como queiram, meus “Soberanos”...



Kaleiana apenas fica se esquivando dos golpes deles, mantendo-se com os braços cruzados e os olhos fechados. Por um longo tempo, iluminados pelas Chamas, os três percorrem o firmamento de todo o planeta. Drahad se lembra de cada batalha travada ao lado de sua Esposa. Sebara se lembra de todas as vitórias e derrotas, na Guerra onde nasceram e viveram, ao lado de seu Esposo. Em velocidades que muito treinaram para alcançar, oriundas de Treinamentos Marciais Secretos, eles atacam Kaleiana. Esta, segura e sorridente, vai se esquivando, segurando o próprio Ritmo e dando a eles uma ilusão de feri-la quando lhes deixa perfurar seu tórax com as Armas. Ela se curva acima da lâmina da espada e do cabo do tridente, abrindo os olhos expressivos de uma ímpar crueldade. Drahad e Sebara trocam um último olhar. Através de suas Armas, as Chamas Primeiras dançam, dançam e dançam… O final é lento, Kaleiana os incinera com prazer, gargalhando ao vê-los abraçar-se, caindo en direção à grande fogueira 34.290 km abaixo.



— Vocês dois não gritaram… Orgulhosos até mesmo na morte.



O Reino de Drahad e Sebara não teve nome. Seus nomes não constam de Livros sobre a História Militar Da Criação. Mas, para as Crônicas de nossa Raça Keauriotheniana, os dois se encontram orgulhosamente de mãos dadas juntos a todos os Guerreiros da nossa História.


Inominável Ser
BÉLICO
CRONISTA
INOMINÁVEL




Share:

0 Cadáveres Aqui Escavaram Suas Covas:

Meu Perfil No Facebook

Esta Cova No Facebook

Prosa De Um Coveiro Inominável

O Terror Inominável. O Horror Inominável. A Loucura Inominável. A Cova Aqui É A Do Puro Pesadelo Das Covas Mais Profundas E Elevadas. Vozes Estranhas Aqui. Sons Estranhos Aqui. Palavras Estranhas Aqui. Estranhas E Inomináveis. Sintam-Se Conduzidos Pelo Carro Inominável Do Terror Inominável. Sintam-Se Conduzidos Pelo Carro Inominável Do Horror Inominável. Sintam-Se Conduzidos Pelo Carro Inominável Da Loucura Inominável.

O Coveiro Inominável

Minha foto
Nos Infernos, O Abismo
Visualizar meu perfil completo

Cavam Aqui Suas Covas:

Marcadores


Firefox

Firefox
Obtenha visualizações gratuitas no Snap.com
Add to Technorati Favorites

Recent Posts

Unordered List

Theme Support