sábado, 1 de julho de 2017

Os Sonhos De Sywel No Mundo Das Essências


Nas Essências, não há A Guerra. Nas Essências nem há o mínimo pensamento nos joguetes que se encarregam de definir A História e a Não-História de tudo. Nas Essências, dentro do Infinito Império Essencial, reinam apenas as Presenças que fazem parte do Jogo Maior De Todas As Realidades. Sywel Lorak não é uma Guerreira Mística navegando pelas Essências. Sywel Lorak não é integrante de uma Legião Eterna De Executores Ímpares, os Astords Anreteniud, responsáveis por obedecerem a ordens de massacres de todos os tipos sem contestações, nas Ondas das Essências. Sywel Lorak não é uma mulher; não é uma Keauriotheniana oriunda da Cidade Eterna De Lyund; não é filha de Theres Lorak e Augus Tennhlann, Artesãos Místicos; não é discípula de Menbes Kyfet, Mestra Suprema Maior Da Magia Eterna; não é um Ser ciente de Si Mesmo, sonhando nas Embarcações dentro das Embarcações que são a Grande Embarcação Das Essências.

Grande Embarcação Elementar…

Grande Embarcação Substancial…

Grande Embarcação Ancestral…

Grande Embarcação Transcendental…

Grande Embarcação Omniversal…

Grande Embarcação Multiversal…

Grande Embarcação Onisciente…

Grande Embarcação Onipotente…

Grande Embarcação Onipresente…

Grande Embarcação De Passados…

Grande Embarcação De Presentes…

Grande Embarcação De Futuros…

Sywel planta sua Consciência nas Raízes Das Árvores Dos Senhores Supremos Da Natureza Cósmica. Ela É Folha. Ela É Galho. Ela É Tronco. Ela É Raiz.

Sywel corre sua Consciência nas Asas Dos Tempos Dos Senhores Supremos Temporais. Ela está no Apenas Início. Ela está nas Idades Sem Nome. Ela está nas Idades Com Nome. Ela está nas Eras Universais. Ela está nas Eras Divinas. Ela Está Em Uma Era Da Qual Não Pode Falar.

Sywel respira Consciente nas Ondas Dos Mares Dos Senhores Supremos Das Águas Da Criação. Ela É O Primeiro Oceano. Ela É O Primeiro Mar. Ela É O Primeiro Rio. Ela É A Primeira Cachoeira. Ela É A Primeira Lagoa. Ela É O Primeiro Lago. Ela É O Primeiro Poço.

Sywel aprende Consciente ouvindo as Sapientíssimas Vozes Dos Senhores Supremos Da Sabedoria Eterna. Ela Lê O Primeiro Pergaminho. Ela Lê O Primeiro Texto. Ela Lê O Primeiro Livro. Ela Lê O Último Pergaminho. Ela Lê O Último Texto. Ela Lê O Último Livro.

Sywel explora Consciente os Abismais Labirintos Dos Senhores Supremos Da Eternidade. Ela Caminha Pelos Pilares Eternos. Ela Caminha Pelos Templos Eternos. Ela Caminha Pelos Mundos Eternos.

Sywel aborda Consciente as Vestimentas Senhoriais Dos Senhores Supremos Da Morte. Ela Se Vê Entre Os Verdadeiros Mortos. Ela Se Vê Entre Os Verdadeiros Vivos. Ela Se Vê Entre O Que Não Está Nem Morto E Nem Vivo.

Sywel acorda Consciente nas Estruturas Constituintes Das Fontes De Poder Dos Senhores Supremos Das Moradas Existenciais. Ela Sente O Poder De Tudo. Ela Sente O Poder Do Todo. Ela Sente O Poder De Nada.

E sua Consciência A Faz Ser Essência Disto Tudo E De Muito Mais…

A Essência Dos Primeiros Que Nasceram.

A Essência Dos Primeiros Que Morreram.

A Essência Dos Primeiros Que Renasceram.

A Essência Dos Primeiros Que Não Mais Nasceram.

A Essência Dos Primeiros Que Não Mais Morreram.

A Essência Dos Princípios.

A Essência Dos Caminhos.

A Essência Das Ordens.

A Essência Das Magias.

A Essência Dos Múltiplos.

A Essência Dos Únicos.

A Essência Dos Semelhantes.

A Essência Das Oposições.

A Essência Das Analogias.

A Essência Dos Paradoxos.

A Essência Dos Nexos.

A Essência Das Conexões.

A Essência Das Uniões.

A Essência Das Separações.

A Essência Das Subtrações.

A Essência Das Adições.

A Essência Das Multiplicações.

A Essência Das Divisões.

A Essência Dos Verbos.

A Essência Dos Versos.

A Essência Do Silêncio.

A Essência Das Verdades.

A Essência Das Mentiras.

A Essência Dos Movimentos.

A Essência Da Inércia.

A Essência Do Pensamento.

A Essência Do Vazio.

A Essência Dos Sentidos.

A Essência Dos Desígnios.

A Essência Dos Dons.

A Essência Dos Tons.

A Essência Da Cegueira.

A Essência Da Visão.

A Essência Do Iniciar.

A Essência Do Mediar.

A Essência Do Finalizar.

A Essência Dos Seres Comuns.

A Essência Dos Seres Evoluídos.

A Essência Dos Grandes.

A Essência Das Entidades.

A Essência Dos Deuses.

A Essência Dos Mestres.

A Essência Dos Arquimestres.

A Essência Dos Maiores.

A Essência Dos Médios

A Essência Dos Pequenos.

A Essência Dos Manifestados.

A Essência Dos Automanifestados.

A Essência…

Uma Essência…

Todas As Essências…

E em sua própria Essência, Sywel tem que retornar ao Mundo Material, ao Mundo Das Formas. Retornar como sempre faz quando se encontra distante da Sala Secreta Das Contemplações Do Templo Místico De Lyund, onde Acessa as Essências. Retornar para se ver diante da conclusão de mais uma Missão Executora sob o comando de Seraos Ayafalam, O Deus Executor Da Morte Revelada Na Magia Eterna. Desta vez, dentro da Guerra De Keauriothen Contra Sarewar (aglomerado de 61.121.098 Universos povoados por Raças Celestiais Guerreiras), ela matou 70.911 Soldados inimigos e auxiliou no massacre de todos os 7. 822.765.900 de habitantes do Planeta Lamuarnhae da Galáxia Saarthuna Raun, Universo Prodeferes. As Essências daqueles que sozinha matou em combate ela Sentiu. As Essências de cada habitante planetário ao morrer ela Sentiu. A Essência do planeta, que foi destruído pelo Canhão De Fissão Antimaterial do Intercruzador onde logo depois esteve ela Sentiu. As Essências dos 22.121.987 planetas da daquela Galáxia, destruídos por outros Canhões de outros 42.864 Intercruzadores ela Sentiu.

Sywel. Guerreira Mística. Executora. Deslizadora Essencial. E Sonhadora Que Derrama Lágrimas Por Cada Essência Ferida Por Si E Por Sua Raça Dentro Do Mundo Das Essências.


Inominável Ser
BÉLICO
CRONISTA
INOMINÁVEL




Share:

0 Cadáveres Aqui Escavaram Suas Covas:

Covas Recomendáveis

Prosa De Um Coveiro Inominável

O Terror Inominável. O Horror Inominável. A Loucura Inominável. A Cova Aqui É A Do Puro Pesadelo Das Covas Mais Profundas E Elevadas. Vozes Estranhas Aqui. Sons Estranhos Aqui. Palavras Estranhas Aqui. Estranhas E Inomináveis. Sintam-Se Conduzidos Pelo Carro Inominável Do Terror Inominável. Sintam-Se Conduzidos Pelo Carro Inominável Do Horror Inominável. Sintam-Se Conduzidos Pelo Carro Inominável Da Loucura Inominável.

O Coveiro Inominável

Minha foto
Nos Infernos, O Abismo
Visualizar meu perfil completo

Cavam Aqui Suas Covas:

Marcadores


Firefox

Firefox

Meu Perfil No Facebook

Obtenha visualizações gratuitas no Snap.com
Add to Technorati Favorites

Recent Posts

Unordered List

Theme Support